Biblioteca

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

NÃO HAVERÁ PSIQUIATRIA SEM PSICANÁLISE

Por Mauro Mendes Dias

Partindo da singular inversão ao esperado no título, porém conforme previsto por Freud em
1917,e sem a pretensão de esgotar um problema, utilizando uma figura de autoridade, o artigo parte da
tendência avassaladora a se conceber a clínica psicanalítica por meio dos significantes da psiquiatria. Os
conceitos de transtornos, distúrbios, ou mesmo os de humor não mantêm nenhuma proximidade com
os significantes da Psicanálise, podendo até mesmo ser considerados como sua negação sistemática.
Retificações são propostas à utilização da experiência da clínica psiquiátrica valorizada pelo próprio
Lacan.