Tudo Tinha Ruído

A música “Tudo tinha ruído”, de Maurício Pereira (2018), faz pensar num desmoronamento geral.

No mundo vindo abaixo, como acontece, por exemplo, na irrupção de uma psicose.

Momento fecundo em que a sensibilidade desperta.

E os sentidos aguçados transformam os ruídos em murmúrios.

Os rumores ganham significação.

De migalhas de cream cracker a lascas de um iceberg.

Da rosa inconformada ao asmático assustado,

em meio a baratas distraídas…

Até que, enfim, o poeta intui algo – ou alguém – que não tinha sentido.